07/11/2013

Um dia, talvez...

Sem esse medo todo talvez as coisas dessem certo, talvez qualquer viajem fosse mais tranquila, mais calma, mais prazerosa... Talvez, eu conseguisse ver algo bom pelo vidro da janela do carro, talvez eu conseguisse admirar coisas pequenas e que geralmente me desligariam do mundo real.
Mas esse medo é prova de coisas que passei, vivi e nunca esquecerei.
Existem várias formas de algo marcar sua história e com certeza essa que marcou a minha é bem dolorosa, é bem dura de aceitar.
Medo de passar pelo que já passei, de ver o que vi e perder alguém do jeito que já perdi.
Talvez, quem sabe um dia, eu consigo aproveitar coisas simples que existem na estrada, talvez eu consiga respirar normal e aliviada, sem lembranças chatas para me acompanhar.

1 comentários:

  1. "Talvez, quem sabe um dia, eu consigo aproveitar coisas simples que existem na estrada, talvez eu consiga respirar normal e aliviada, sem lembranças chatas para me acompanhar."

    você me inspira muito garota ;)
    como sempre,um texto lindo....

    ResponderExcluir

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova