28/02/2014

Idealizou e ousou...

O mundo tá vivo lá fora, e ela esqueceu de viver!
Será que esqueceu ou optou por não está nem ai pra a vida que a vida lhe oferece?
Ela nunca liga, nunca se importa com o mundo lá fora, só com o mundo dela e dentro dela. Ela é tão rica de si.

21/02/2014

Conversa com vento

Espera... Já vou começar, deixa só eu pegar mais um café.
É ali naquele butiquim de beira de estrada.
Não é um dos melhores que já provei, mas é café, então é bem vindo.
Eu já te disse que estou em viagem? É, mas nem me pergunte pra onde. Até agora não sei, não sei ao certo quantos quilômetros andei, mas sei onde passei.
Num belo dia juntei tudo que tinha, que me compunha e vim embora, e agora estou aqui. Não estou perdida, só estou tentando achar meu lugar.
E se demorar? Eu não tenho medo de caminhar. Só não vou com pressa, só não vou correndo, vou com calma e admirando.
Dias desses mesmo parei num campo florido, e que coisa linda, sabia que entendi até sobre amor?
Ah, e o café, você aceita?
Agora eu vou voltar à ir... Noutrora eu volto, ou te reencontro e te conto onde cheguei.

20/02/2014

Campo florido

O carro foi parando devagar e eu calmamente fiquei a admirar o campo verde. Sentei no início da grama e tentei respirar o mais calmamente que pude, queria que o momento pudesse parar e ficar guardado para sempre em meu ser.
Assim como um abraço recebido carregado de carinho, como um beijo terno e único e talvez último, como um olhar sincero e fixo. São coisas que penetram na alma e se eternizam. A ideia de uma eternidade tem solidez quando bem querida e bem recebida. Querer ser eterno na eternidade de alguém é tão mágico e torna-se uma dádiva, um alicerce e uma fortaleza.
Mas disso e pra isso, tem que ter tanta sabedoria que chega até ser a maior qualidade.
Amar é como o campo verde, lindo e florido, tem que saber cuidar pra durar e ser belo para os olhos de quem ver e o coração de quem vive.

19/02/2014

Aquecendo

Conforme o sol ia tentando ficar mais forte, o som do vento me distraia mais ainda. E mais uma vez a estrada que me levava, e eu não fazia ideia pra onde. Tinha na mala tudo que era possível, e na minha cabeça o impossível.
Estava cansada do que passou, como passou e de onde vivi. Era hora de enfrentar o novo, recriar caminho e reabastecer forças. O futuro fica longe do passado, o presente é o equilíbrio. E pra que melhor do que equilibra as forças que fazendo o que se gosta e onde gosta?
Então deixa o vento embalar a canção que soa com o raiar do sol na estrada...


18/02/2014

Lugar com sol de inverno

Juntei na minha caixa minhas cartas mal escritas, meus bilhetes recebidos, meus mimos que enfeitavam a prateleira de livros agora vazia.
E onde os livros estão... Ah, sim, numa segunda caixa junto também com os retratos que escondiam uma parede florida.
Na mala as roupas de liquidação que sempre comprava em fim de temporada, pelo menos depois que o tempo passa elas deixam de ser a roupa da hora e passam a ser a roupa, bem fora do contexto, como meu cabelo, que agora curtos mostram a tatuagem da nuca, o chapéu do chapeleiro de Alice In Wonderland.
Na terceira caixa, pequena, preta e com fivela, todos meus lápis de olho de cores mais diversas possíveis. O resto da maquiagem preenchem os espaços.
Numa versão particularmente minha, de karatê kid, botei e tirei casado umas três vezes, até perceber que minha excitação era maior que o frio. Juntei tudo o que ainda restava, coloquei pelo carro. Fechei a porta, coloquei as chaves do bolso da saia. Respirei aliviada e entrei no carro.
Mais uma vez, um novo começo num novo lugar!

14/02/2014

E me venha com um café

E sobre quem vem a ser minha pessoa? Ah, vem aqui que te conto, mas me venha com um café, pois pode demorar um pouquinho pra você entender.
Eu sou uma confusão só. Nem eu mesma sei me definir bem.
Sou feita de amor, muito amor, que as vezes eu deixo escapar pelo ar.
Sou aquela que fala sem parar, que fica olhando o ar e esquece de anotar, que o tempo vai virar e não leva o guarda-chuva.
O resultado é um banho de chuva que lava a alma, e até agradece por não ter notado que o tempo ia virar, e lida como ninguém com chuvas fracas e até grandes tempestades, e as trata até como grandes amigas... É disso que eu estou falando, sou a menina do café e dos livros!

10/02/2014

Livro da semana

Depois Dos Quinze

Autor: Bruna Vieira
Idioma: Português
Editora: Gutenberg - Brasil
Assunto: Literatura Infanto-Juvenil / Literatura Juvenil
Sinopse: Neste livro você encontra histórias, desabafos e segredos de Bruna Vieira, garota de 18 anos, colunista da revista Capricho e dona do blog "Depois dos Quinze", um dos mais influentes em moda, comportamento e internet para o público adolescente. Bruna apresenta aqui sua história em belíssimas crônicas que já conquistaram milhares de fãs, leitores e leitoras em sua coluna em suas redes sociais e em seu blog.




09/02/2014

Tem disso

Tem dias que sonhar faz mais bem que viver a realidade. Mas saber sonhar sem fugir totalmente da realidade faz a diferença que move tudo.
E as vezes, nos sonhos, achamos a ponte para nossa possível felicidade, resta saber correr atrás e agarrar os sonhos e torna-los reais.

08/02/2014

Fora do comum #2: FINALMENTE, A VERDADE!

Saiu a entrevista completa da J.K. Rowling com a Emma Watson, onde elas falam sobre o - tão polêmico - relacionamento de Ron e Hermione, e as últimas discussões sobre o assunto eram exatamente: sensacionalismo barato.

"Era uma relação jovem. Acho que a atração em si é plausível, mas o lado combativo que tem aí no meio… não tenho certeza se você consegue superar isso numa relação adulta; havia uma incompatibilidade fundamental demais. Não acredito que estamos dizendo isso tudo – isso é heresia potteriana!"

O pessoal do Potterish traduziu toda a entrevista, e vocês podem vê-la aqui:http://potterish.com/2014/02/verdade-entrevista-jk-rowling-wonderland/.

As duas falam até sobre Animais Fantásticos.


(Lord Voldemort)




Ritmo do que resta

Me olha respirar, repara que é num ritmo que assombra...
Cansaço, fraco, cansado, quase nulo...
Repara também no bater do coração, eles fazem o balet do que me resta, do que sobra, do que fui, e assusta o que serei...
Mas eu nem ligo, nem me importo mais.
Não sei desde o início o que fui, o motivo pelo qual fui e o que ainda serei, ou se serei. Mas serei serena, apenas esperando.
O que virá depois, o que terá na próxima página.


Coração que bate

Meu coração anda tão calado, tão quieto, que até me pergunto se ele bate.
Se bate, bate manso, bate lento, bate saudoso.
Mas por fim, eu sinto que bate.
Mas bate num compasso que é saudade pura.
Pura? De pureza? Ah, sim!
A pureza do amor que trago junto do meu coração, que mesmo lento, BATE!


Cura

Ele tem a arma que me desarma.
O sorriso que atravessa a dor que carrego, trazendo um alívio pra dor que ainda carrego comigo.
A cura da ferida que ele faz, é ele...


04/02/2014

Vento de janela

O que é melhor que sonhar um amor, é sem dúvida alguma viver todo dia...
É abrir a janela toda manhã e deixar o sol entrar e trazer a coragem de ama, amar e amar mais um bucadinho.


Livro da semana

A Garota Das Cicatrizes De Fogo


Autor: Ricardo Ragazzo
Idioma: Português
Editora: Novo Século
Assunto: Literatura Nacional
Sinopse: Quatro anos após o desaparecimento da filha e a misteriosa morte da esposa, Johnny Falco recebe uma pista que pode ajudá-lo a desvendar o caso. Um homem aparece morto com as mesmas características inexplicáveis de sua mulher: O CORPO NÃO PASSA DE UM ESQUELETO COM PELE.
Seis anos após ter 80% do seu corpo queimado em um atentado, Lisa Gomez acorda em um hospital com uma incontestável diferença: TODAS AS CICATRIZES DE SEU CORPO DESAPARECERAM!
E quando o destino dos dois se cruzarem na pequena cidade de Valparaíso, ambos descobrirão que as tragédias que cercam suas vidas estão muito mais interligadas do que poderiam imaginar.





02/02/2014

Quero ficar

Não quero ser o vento que passou, quero ser a marca que ficou.
Quero ser o perfume que fica na pele, que eterniza na mente e que nunca se fica no esquecimento...
Quero ser apenas um marco único em você e pra você.

01/02/2014

Conversa

- Está doendo.
- Eu sei que está.
- Muito!
- Eu acredito.
- Porque dói assim?
- Porque você procurou... Todas os nossos sentimentos são resultados das nossas escolhas. Não me venha com um vaso platado e cultivado com cactos querendo colher lindas rosas. Arque com suas escolhas, assuma seus erros, guarde os ensinamentos e jogue fora, para o vento levar, as dores e as consequência dos atos mal pensados. Seja forte, seja você. Se houve força e coragem pra errar, há força para se reinventar e refazer a vida. É assim, meu bem, a vida segue esse exato percurso, sendo reinventada a cada queda.




Conselhos da bisa Esmeralda...
 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova