31/03/2014

Caminhos

Ah, caminhos...
Caminhos, longos caminhos.
Rumos ou rumos que fazem meu caminho.

Carinho, sempre esbarro pelo caminho.
Vizinhos, deixados pelos caminhos.
Histórias que se encontram e até mudam o percurso do caminho.

Mas o caminho sempre acha o jeito de seguir...

Certezas

Amor, espera um pouco.
Guarda esse sorriso que tenho que me concentrar...
Sabe, interessante como o tempo voa, como o tempo passa rápido, como o tempo sabe exatamente o que faz, e como eu sei exatamente o que quero e muito provavelmente o que me espera.
Sei que nada é fácil pra quem não sabe lutar por seus objetivos, e sei que tudo é escuro pra quem não acredita no poder dos sonhos.
Mas, sabe, amor? Eu sonho, sonho muito. E eu sei lutar com coisas difíceis.
O que são alguns dias sem estar junto fisicamente se podemos desafiar a física e ficarmos juntos até se estivermos longe?
Se precisar de força, serei sua força.
Se precisar de certeza, te darei quantas forem necessária.
Se precisar de coragem, te encorajarei.
Se precisar de paciência, te acalmarei.
Se precisar sorrir, te darei mil e um motivos.
Se precisar de amor, estarei sempre aqui para te amar.
Serei o que você precisar, todos os dias, até o último. Com a certeza do que sinto, do que quero e com a plena consciência do que vou fazer.


29/03/2014

Especial

Chegamos...
Cada um cuidou de se organizar.
Banho, beijo rápido, comida, separar o que irá usar no dia seguinte, guardar o que foi usado naquele dia.
Então, é hora de dormir...
Abraço apertado, lá fora a chuva faz melodia no telhado.
'Que perfeito estar em seus braços'
Leitura de poemas, versos escolhidos a dedo.
Voz suave como veludo, inundam a alma e tranquilizam o coração.
O mundo inteiro se desliga, e a realidade é o que tem para aquele agora.
Um carinho único, um amor saudável, um olhar de cumplicidade, uma certeza do sentir.
O sono chega, se finda o dia.
O aconchego, o carinho, o amor e a proteção são tão espontâneos que marcam, deixam eternizados.

Pode ser que não tenhamos o mundo em nossas mãos, mas temos um ao outro em nossos corações. O velho clichê do amor sobre a eternidade apaixonados. Se tenho você, tenho o mundo. Os problemas são rasos, fracos e quase nulos. Com seu sorriso seu minha coragem aparece, com seu amor me torno corajosa, com suas palavras me torno viva, COM VOCÊ ME TORNO EU.

28/03/2014

Bons sorrisos

Algumas vezes as coisas complicam de um lado, segue outro percurso, sai do rumo que deveria estar.
Algumas vezes, nossa paciência, nossa fé, nossa coragem e nossa sabedoria é colocada a prova. E pra que? Para que possamos provar que somos fortes, que sabemos lutar venha a tempestade que vier.
Com paciência e força o caminho é novamente trilhado certo, o percurso volta a ser o correto e nosso coração, por fim, consegue trilha em paz.
Disso tudo, tiramos o ensinamento que a dor causou e escolhemos nunca mais, ou tão cedo, cometer os erros que ocasionou nas lágrimas derramadas.
A vida é nossa maior escola, e como em toda a escola, absolvemos aquilo que mais nos chama atenção, aquilo que mais nos marca. Devemos sempre aprender com o que passamos, para amanhã sermos fortes e felizes. 





À Emanuella

Cada cor d'amor

Meu amor manhoso, meu menino amigo.
Fez dos meus sonhos, desde os mais pequenininhos, a mais pura realidade dos dias.
Meu amor, minha vida.
Me fez entender o sorriso escondido.
Me fez compreender cada estrela.
Me fez amar cada manhã.
Me fez viva em cada cor.
Me fez seu amor.

Meu amor, amor... Fez em mim sonhos reais, que de eternos durarão o infinito.
Meu amor, amor... De dois somos um. De um somos nós.
Aqui, ali, onde formos.

26/03/2014

Fora do comum #3: O (NÃO) PRESENTE DO NAMORADO + DICA DE LIVRO


E o que fazer quando se compra um presente pro namorado e não se tem coragem de entregar porque você se apaixonou pelo presente?

Pois bem, vivendo esse dilema no presente momento.
Presente em questão: O livro CLARISSA do escritor Érico Veríssimo!
O livro é lindo em todos aspectos e eu simplesmente quero ele pra mim.
Não só por minha paixão pelo escritor, já que ele é um dos meus escritores brasileiros favoritos, mas porque o livro é realmente apaixonante.
O livro ficará na minha estante, e o ex dono vai ter oportunidade de ler, claro, mas não como dono!


As vantagens de namorar leitor: Vocês terão infinitas possibilidades de terem biblioteca própria <3


                         -x-



Clarissa


Autor: Érico Veríssimo 
Idioma Original: Português
Editora: Arqueiro 
Assunto: Literatura Brasileira 
Sinopse:Clarissa vem de uma cidadezinha do interior para estudar na capital, Porto Alegre, onde mora na pensão de tia Eufrasina. Com os olhos voltados para o futuro, Clarissa é o contraponto de Amaro, outro morador da pensão, músico malsucedido preso a sonhos passados que o presente recusa-se a concretizar. Através do olhar de uma adolescente alegre e otimista, Érico Veríssimo revela não só a realidade de uma pensão pequeno-burguesa, mas também a situação do Brasil e do mundo na década de 30, com todo seu deslumbramento e iniquidade.




25/03/2014

Sempre assim

São mais que palavras ditas por emoção.
São palavras ditas com carinho, coragem, amor e compreensão.
Todas as noites, as coisas juradas, as coisas compartilhadas, as coisas esperadas são como uma base pra que todos os sonhos sejam realizados da melhor maneira possível.
E a certeza de que daqui à cinquenta anos será do mesmo jeito é o maior motivo de dormir e acordar feliz. De chamar no meio da madrugada só pra falar 'Eu sou sua realidade' e será assim eternamente.


23/03/2014

Todas as noites

Meu amor tem um charme tão sutil que me embriaga todos os dias.
O beijo com gosto de capim-limão e de boa noite.
O abraço apertado e o aconchego do lado na cama.
A calma das palavras precisas com ternura.
O desenho de um sorriso que aparece assim que o sono me vence e ele me ver dormir.

20/03/2014

Das minhas histórias

Um fato sobre hoje: Estou 'exaustamente' FELIZ...
Um fato sobre mim: Nunca desisto dos sonhos que posso realizar.

Não foi, não é e nem tão cedo será fácil lidar numa boa com meus traumas, aceitar alguns fatos e simplesmente fingir que não me incomoda mais meu medo. Mas quando há um amor, quando há uma vontade de viver aquilo que seu coração grita pedindo, não há esforços que não sejam suficiente.
De todas as minhas histórias (boas e ruins) a melhor e a pior se uniram e eu delicadamente abandonei a pior parte de mim e deixei a mais alegre falar mais alto. E hoje estou cansada, é fato, mas alegre de modo que só fico quando passo minha limitação pra trás. E se hoje eu precisasse testar mais uma vez meu coração, em todos sentidos, eu testaria mais uma vez.







Show do Rosa de Saron em Surubim-PE

18/03/2014

Hoje

Eu devo ter percorrido milhares de caminhos errados até chegar onde cheguei. Devo ter caindo milhões ou trilhões de vezes até saber desviar da queda.
Acho que chorei mais do que sorri até aprender o valor de um sorriso sincero.
Provavelmente olhei para os lados ao invés de olhar pra frente.
Fingi ser surda várias vezes até perceber cada palavra dita com amor a minha pessoa.
Precisei escrever muito sobre tristeza até saber que minhas palavras são minha arma para arrancar sorrisos de quem ler.
Mas hoje, hoje vejo meus passos errados como ensinamento, eu amo cada dia mais o que me faz sorrir, o que me dar coragem, o que me alegra e o que nunca me deixa desistir. E é bem por isso que o passado passou, morreu e acabou e por nenhum motivo do mundo deixarei de ser feliz com aqueles que me amam e um dia pararam para ouvir meus lamentos e ter palavras de consolo a me dar.

16/03/2014

Sobre nós

Uma casinha pequena...
Um café quentinho...
Um abraço apertado...
Um sussurro já esperado...
A companhia eterna, a certeza da cor, a força do coração.

O vento sopra longe, traz pra perto. Perto do peito, longe do esquecimento.
A certeza é clara, o coração fala mais alto.
O sorriso responde o que a mente pergunta.
A voz confirma, a dúvida que agora sumiu.






15/03/2014

Você pra mim

Vi o dia clarear ao teu lado...
Senti teu cheiro, teu abraço, ouvi tua risada, vi teu charme em me convencer, ouvi coisas lindas, eternas.
Fiz promessas, ouvi juramentos. Tive certezas... 
Certeza que é você quem quero, que é você quem me faz bem, que é você quem me dar cor, que é você e só você.


Minha paz

Meu príncipe tem um sorriso que é meu.
Tem uma voz que me embriaga.
Tem um olhar que me encanta.

Ele pode as vezes ficar longe, mas nunca longe o suficiente pra esquece-lo. Mas longe o suficiente pra me matar de saudade.
Saudade que tem dose de coisas boas, mas tem doses de coisas ruins.
Fechar os olhos e ficar do lado, ouvir a voz pertinho e sentir que não há nada de errado é algo que beira a paz.
E sobre a paz, eu entendo que paz é ele... 



11/03/2014

Faço de ti

Faço de você minha poesia pra rimar com meus versos fracos, mas eu sou falho...
Faço de você fortaleza para abraçar.
De amor pra amar.
De sonhos para realizar.


Faço de você um eu que me esqueço de mim!

10/03/2014

Dá cor ao amor

E com ele, ela conhece mais que amor de namorado...
Ela conhece o amor de amigo, que é o princípio de tudo.
Ela tem amor de carinho, carinho com amor.
A mistura da cor, com jeito de flor.
Ele tem dela a metade de si, a parte que um dia faltou.
Ele completa ela, ela dar cor a ele. 
Ela faz do riso a paz. Ele do olhar o equilíbrio.
Do carinho a guerra, a guerra de paz e de luz.
Eles são assim, mais que amor.
São um amor de amor, que raramente é entendido.
Mas o que importa, é que eles se entendem.
E se, se completam, ninguém precisa entender o contexto dos dois.







(à Isabela & Marlysson)

09/03/2014

Era ela

Eu estava quieto, sentando no chão ao pé da janela. Não tinha sido nada fácil pelo que tinha acabado de passar. Meu cigarro me acompanhava e uma música alta nos fazia companhia, e era daquele jeito que eu sinceramente queria passar minha noite. Sem ninguém pra reclamar do meu som alto, das minhas roupas jogadas por toda parte, minha fumaça de cigarro que invadia todo meu apartamento, tampouco da louça que deixei toda jogada pela mesa, pia e fogão. Já estava no último cigarro daquela carteira e a música numa das mais brutais que eu conhecia. Quando de repente eu vi a porta da sala se abrir... Era ela.

Ela entrou, ascendeu a luz e já foi logo reclamando das roupas do sofá, saiu juntando todas que encontrou, passou por mim, abaixou, tocou meus lábios rápido, abriu a janela e foi pegando os cigarros, o cinzeiro, me fez um carinho no rosto e foi em direção ao som, trocou meu cd por um com músicas calmas que ela gostava, diminuiu o volume e correu pra cozinha. Tirou o sapato e os jogos pro quarto, tirou toda a louça suja no fogão e mesa, as lavou e deixou toda cozinha intacta em fração de minutos, arrumou a sala, me deu outro beijo rápido e foi pro quarto. Meu celular ascendeu e vi que era um sms de um amigo que morava no apartamento do lado, e nele falava ‘Patroa chegou, amigo.’ Me irritei com aquilo, ela chegou e foi fazendo exatamente o que eu não queria que ninguém fizesse, trocou minha música, pegou meu cigarro, mexeu na minha casa inteira e me fez ser alvo de brincadeira, mas aquilo não iria ficar assim, iria falar com ela e impor minhas regras. Quando ia levantar a senti chegar perto de mim, disse logo que teria que impor umas regras pra ela. Ela apagou a luz, colocou a música ainda mais baixa, sentou do meu lado com uma garrafa de vinho e um copo. Usava minha blusa favorita, os cabelos meio úmidos. Entregou o copo e sentou no meu colo, apoiou as costas no meu peito, virou pra mim e disse que queria vinho também.Tomou um gole, segurou minha mão, beijou e disse que eu poderia falar das regras que eu iria impor. A segurei pela cintura, apoiando meu queixo no ombro dela e disse 

Quando chegar, me dar um beijo mais demorado e por favor, não sai nunca mais da minha vida. E da nossa bagunça, deixa que cuido junto com você.

05/03/2014

Embriaguez

Sorriso obrigado não é lá meu forte, nem sorrir é meu forte...
Mas hoje eu quero é calma, sol fraco e uma boa bebida que me desligue do mundo real e me religue ao mundo ao qual eu imagino ser melhor.
Preciso é de boa companhia, companhia de mim mesma e minhas razões.
Estou tão longe do aqui que agora é quase nada, é quase sonho, é pura embriaguez, coisa que já virei freguês.
E das coisas que me atormentam hoje, você foi apenas alguém que conheci...

04/03/2014

Livro Da Semana

A Menina Que Colecionava Borboletas

Autor: A Menina Que Colecionava Borboletas
Idioma: Português
Editora: Gutenberg
Assunto: Literatura Infanto-Juvenil
Sinopse: Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze, e sabe que crescer nunca é tão simples. Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, mais uma vez ela dá vazão ao seu talento como escritora com este seu novo livro de crônicas e pensamentos, em que mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. A garota do interior que usa batom vermelho e que realizou seus maiores sonhos continua inspirando adolescentes de todo o país. Para ela, as páginas deste livro significam o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito por algum tempo e que agora, finalmente, pode deixar que voem livres por aí. 



Hoje

Hoje não estou muito a vontade pra conversar com as estrelas. Existe uma falta no meu peito que nem sei o tamanho.
Vi o sol se por e nem ao menos a coragem de levantar do chão chegou.
As estrelas começaram a brilhar, mas pouco me chamou atenção.
Estou só, mais uma vez, e nem sei como, nem o porque. Mas há tristeza, angústia e solidão.

01/03/2014

Vem sem regras

E se tu tá com medo, vem com medo mesmo.
Trás na tua mochila tua vontade maior e vem.
Eu ainda te espero, o carro nem saiu ainda.
Eu vou levar chocolate, o cd sobre uma pessoa só, e eu vou tá lá...

Vem mesmo que com medo, eu acalmo teus nervos, com um cafuné no cabelo, um abraço apertado e meu peito pra você dormir...
Não tem que ter regras pra você vir, só tem que ter você e eu.
Só tem que ter nós. Só um, uma vez, ou outras mil vezes...

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova