11/05/2014

Aos meus

Eu não poderia deixar de falar, de me expressar e me sentir bem ao recordar-me de pessoas, anjos de luz, anjos que me guiam e me ajudam a ficar de pé todos os dias...
A falta dum abraço, dum beijo ou daquela presença especial não abalaram tanto como há um ano atrás.
Amores eternos, amores de todas as vidas, por toda a vida inteira. Amores que um dia marcaram, que desde que chegaram deram um novo sentido.
É um amor diferente que só quem sabe, quem passou, quem viveu, entende.
Hoje, depois de tantas lágrimas, tanta saudade e tantos passos em falso devido o abandono, vejo que a vida tem um outro sentido, um sentido novo e tudo na sua hora irá acontecer. E de saudade? Bom, eu não morro mais. Aprendi a lidar e conviver, resta apenas esperar o novo dia, o novo ciclo, mas um fato sobre tudo isso é que vocês serão eternos em mim, em minha alma e meu ser. Sempre serão minha história, meu riso bobo, meu amor saudoso.


0 comentários:

Postar um comentário

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova