15/08/2014

Lágrimas que virão

Eu poderia sentar e apenas esperar, mas eu decidi lutar.
Eu poderia apenas querer morrer em momentos, mas eu decidi viver. Viver cada dia para senti-los passarem rápido, para sentir que eles estão se findando e que Janeiro está ai batendo na porta, me chamando para ser feliz. Não importa o tamanho da barreira, eu irei aprender a escalar, eu irei aprender a sobreviver com a dor da ausência e eu serei a muralha que eu mesma espero ser.
O que são quatro ou cinco meses comparado a tudo que ainda estar por vir. Com os sorrisos que ainda brotaram? E que são essas lágrimas de agora comparadas com as lágrimas futuras?
Não estou mais preocupada com a dor, e sim com a alegria que ainda será vivida.

1 comentários:

  1. Que as alegrias vividas sejam lembranças para sorrir e motivos para sonhar

    ResponderExcluir

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova