06/09/2014

Sempre acontece

Eu posso até tentar esquecer as coisas marcantes da vida, posso até tentar colocar numa caixa da memória onde eu não mexa, mas eu não consigo. Parece um tear com um fio solto, quando puxa, ele desanda inteiro. Por mais que doa e eu tente ignorar, não dá. Não existe a facilidade do ignorar, sempre vai doer, sempre a ferida vai sangrar, o medo vai falar mais alto e eu vou sofrer!

0 comentários:

Postar um comentário

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova