05/01/2015

Esperança

Do dia, pro dia, no dia...
É De se espera o brilho do sol no fim da tempestade, não importa o quanto a chuva faça estrago, uma hora o sol e a luz chega para aquecer. E de certas coisas você vai esquecer.
As manhãs de fins de invernos me trazem a paz que preciso, sabendo que não importa o quanto choveu, eu nunca estarei só, pois o sol sempre de mim irá lembrar-se e jamais deixará de arrancar-me um sorriso sincero com calor no coração...

0 comentários:

Postar um comentário

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova