10/05/2015

Amor do tamanho do mundo

Eu poderia passar horas escrevendo, mas não seria o suficiente para que eu pudesse expressar um tipo de amor tão grande que existe em meu peito. 
Por tempo eu vivi sendo regada por um sorriso sincero, por um abraço de confiança e um olhar de cumplicidade. Eu acompanhei do primeiro ao último movimento, e isso é simplesmente estonteante para descrever. os olhos ficam banhados de lágrimas só de imaginar que de todo o amor do mundo, foi eu a escolhida para portar em mim o sentido da vida. Não há nada nesse mundo que seja comparado ao sentimento que é sentido ao olhar nos olhos daquele que é a prova viva que seu coração pode bater fora do peito e você continuar vivendo. Vivendo de amor. E morrendo só para amar mais.
É de tal perfeição esse sentimento que toma conta de mim ao escrever, que me sinto mais leve e na minha melhor escrita. E por muito tempo eu tive o coração batendo fora do meu peito e continuei vivendo. Mas há bastante tempo meu coração parou, e nem sei se existe mais vestígios que um dia bateu. Mas só de lembrar do amor, eu tenho um sopro de vida e respiro...

1 comentários:

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova