07/08/2015

Seja o Foco

Eu estava tão calma, tão zen como há muito não ficava... Eu precisava de ar para respirar, eu precisava me acalma. Estava confusa, com dores na alma e no corpo. Eu não sabia na verdade por onde andar.
Eu precisava de espaço, eu precisava chorar, desabafar, antes de enlouquecer. E eu sabia que eu encontraria minha paz hora ou outra, não era possível eu sofrer tanto e sem razão. Coloquei a cabeça pra cima, sequei as lágrimas e olhei bem para o alto. Vi que o céu não estava azul, estava cinza igual meu coração. As lágrimas caíram à caminho de minhas orelhas, mas não baixei a cabeça. Respirei fundo e joguei pra fora tudo o que me sufocava. Me vi uma louca, desesperada e sem ninguém, bom... essa sou eu.


Não adiantar querer apoiar numa parede que não existe, ou numa superfície fraca. Você próprio é sua base, suas paredes e seu telhado. Pare de tentar achar no outro o que você esconde de você mesmo. Vá viver sua vida, vá ser feliz e que tudo mais e dane. Seja você, seja sua paz, sua luz e sua vida. Seja o foco!


0 comentários:

Postar um comentário

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova