21/12/2016

O Canal Voltou

Os vídeos do canal estão voltando aos pouquinhos, e as postagens aqui irão voltar com certeza ♥ 
Se algum ser humano ainda acessa esse blog, saiba que estou voltando!!


12/09/2016

Mais uma carta à você

Próximo mês faz um ano que você se foi, também vai fazer um ano que parte de mim morreu, um ano que tudo que eu escrevo é sobre você, sobre como me dói não ter você comigo.
Eu perdi minha sensibilidade do mundo, pra mim só existe a falta que você me faz, só existe o imenso vazio que você deixou. 
Algumas pessoas dizem que é bobagem, que foi tão pouco tempo que você esteve comigo, que nem deu pra te amar... Isso é a maior mentira, a mais deslavada, a mais sem noção. O mal do mundo, meu amorzinho, é não saber o quanto o peso das palavras machucam, e eu fico, as vezes, até feliz de você não ser vítima desse povo maldoso.
As vezes eu acordo no meio da noite e fico imaginando como seria eu ter que acordar pra cuidar de você, fico idealizando o seu rostinho, seu sorriso, seus olhos e suas mãozinhas, e nisso eu sofro, sofro por não ter você. Foram 8 semanas que me despertaram um sentimento que eu nunca imaginei sentir, era o amor reproduzindo em um coração que batia. Mas nada é como há um ano atrás, quando eu já/ainda tinha você.
Meu amor, eu te amo, te amo muito e sempre escreverei pra você. Não me importo se todo o meu dom se foi com as amarguras que passei, mas eu nunca deixarei de escrever à você, meu eterno e amado bebê.


imageem: Natitun

24/08/2016

Aquelas músicas...


Espírito Santo, toma minha mente

Espírito Santo, toma o meu coração

Espírito Santo, toma o meu ventre

Vem sobre mim...



Sabe aqueles dias que uma música te toca?
Pois bem...
Não sou tããão religiosa mas hoje resolvi ouvir aquelas músicas que tem como objetivo acalentar o coração de quem escuta. E essa me fez cair em milhares e milhares de lágrimas. A fé move montanhas e a minha tá tão grande. Mas sempre falo, que seja feita a vontade de Deus e não a minha ♥
Que ele faça de mim o que for certo e que seja a vontade Dele, e se coincidir com a minha, melhor a ainda, não é?

23/08/2016

Medo, ansiedade e saudade.

Hoje o dia amanheceu turvo e sem cor, passei uma noite difícil e assim que acordei um misto de saudade e dor tomou conta de mim. Eu não sei bem o que é mas sei o motivo de estar assim toda molinha hoje. 
Eu sinto medo como todo mundo, fico ansiosa como todo mundo, mas em doses cavalares, o que não é como todo mundo.
Eu sinto medo de simplesmente virar a esquina, sinto medo de olhar pros lados. É uma confusão tão grande em meus sentimentos que eu nem sei mais quem eu sou. Só sei que sinto saudades, sei que sinto medo e sou ansiosa e na maior parte do tempo sinto dor, mas muita dor mesmo.
Há meses perdi a prática de escrever e isso me tortura.



28/07/2016

A tua respiração

É tão lenta, é tão calma... Tão diferente da minha.
Teu coração bate naquele compasso que mais parece coisa de filme, ou talvez é que eu não soubesse como um coração batia antes de te conhecer.

Deitar no teu peito e sentir aquela paz é algo único, impar, e eu amo mais que tudo. Não quero me afastar dessa sensação, não quero perder essa paz, eu amo muito você, baby. Quero que seja eterno.


27/07/2016

Sinto tua falta

Acordar e não sentir aquele calor aconchegante equivale a um soco no estomago.
Era tudo tão lindo e cheio de cor, mas de repente  você sumiu como a fumaça no ar, e eu não tive mais a capacidade de te segurar, de te guardar, de te capturar pra dentro do meu coração.
Você foi como água que escoa entre os dedos em um rio grande que só sobra a lembrança e a sensação.
Eu sinto sua e ainda não sei lidar com isso...

25/07/2016

Livros de YouTubers. Nova moda que divide opiniões de leitores.

Olá, pessoal. Tudo bem com você?
Bom, há um bom tempo estamos vendo novos escritores surgindo,  na maioria adolescentes, e isso transformou-se numa febre e tem dividido e muitos os leitores.
O fato que tem gerado confusão, é que os livros são escritos por YouTubers, pessoas que produzem conteúdo de entretenimento no Youtube. Como por exemplo, a Kéfera, o Felipe Neto, Viih Tuber entre outros. Nesses livros eles contam suas vidas, como uma espécie de biografia. O que (eu) acho legal é que isso desperta o interesse de muitos à ler um livro, mas a grande maioria defende que esses livros não trazem conteúdo e fala-se até de 'banalização da literatura brasileira'.
Existem inúmeras discussões em grupos, páginas, blogs de pessoas que defendem e outras repudiam. Mas cá pra nós, o que vocês acham disso?

Eu já falei aqui no blog da blogueira e também YouTuber Bruna Vieira do Depois Dos Quinze, a Bruna lançou livro bem antes dessa febre toda, e eu particularmente amo os livros da Bruna. Ela publicou 6 livros ♥ 

Gente, mas vamos combinar, ler nunca é ruim e nós temos que respeitar as opiniões de todos, e se não gostamos, só não comprarmos, certo? Deixem nos comentários as opiniões de vocês sobre esse assunto, um beijo enorme :*




~Alice



Em você busco inspiração para viver, de você tiro forças pra lutar.
Em você encontra-se minha paz, meu paraíso, meu algo mais.
Meu peito se completa de alegria, de maestria e de amor.
De mim brota esperança, sonhos e uma motivação linda de ser ainda melhor.
Eu encontrei em você o meu melhor, a inspiração e a luz do fim do túnel.

13/06/2016

Segunda-feira

Te ver sorrir me faz esquecer algumas dores e faz sarar algumas cicatrizes. Eu já havia esquecido o resumo de felicidade mas relembro isso aos pouquinhos quando você me faz sorrir, você combina comigo naquele jeitinho doce e calmo das tardes de domingo assistindo Netflix agarradinhos no chão da sala com os gatos em volta. Você sara minhas dores quando segura minha mãe e me chama de menina, eu amo tanto teu cheirinho e teu abraço macio de madrugada, e amo também aquele sussurrar com hálito quente das manhãs de segunda-feira. Eu amo ainda tanta coisa em você que escrever isso me faz sorrir. E eu esqueço tudo ao meu redor. Já se passaram tantas segundas desde que nos conhecemos, mas é sempre o mesmo amor. Não vivo sem você.

Ela

Ela é uma menina de muitas palavras silenciosas, ela observa o mundo com sensatez e ela faz analises precisas, mas guarda tudo pra ela. Ela se fecha e se molda de uma forma que fica quase que inevitável não se encantar por seus olhos de jabuticaba que já viu tantos por do sol. Ela transmite mistério e ela é linda de alma de verdade. Ela é amiga e sincera, mas tudo na medida certa e sem falsos amores.
Ela é intensa e ela sabe exatamente o que quer mas não fala, ela é tão, mas tão misteriosa que só combina com as minhas musicas loucas, e ela canta tão bem que me faz sorrir. Não, isso não é um texto de romance (antes que ela diga que gosta de homem) é só um texto pra falar que adoro a companhia dela todas as manhãs.

Ainda sobre você

Parece uma coisa engraçada, quando eu paro pra tentar escrever só me vem você na cabeça . Quero falar sobre como te amo, sobre como o mundo é sem você, como sua falta me maltrata e como eu choro todas as noites sentindo sua falta em mim.
Foi tão breve nossos momentos mas eu te amei intensamente e eu te quis como quero ar pra respirar. Eu amo você, eu sinto sua falta meu bebê.


11/03/2016

Um ano de Casados


Eu poderia escolher a melhor foto, a mais bonita, a mais bem editada e a que todos falam que é linda pois foi do ensaio, ou até mesmo do casamento que eu fico babando todos os dias. Mas não, eu escolho essa, no hospital, os dois tristes e abatidos pela perca do nosso bebê... Mas poq? Bom, vou resumir...
Poq casamento não é mar de rosas e muito menos só alegria como naquelas fotos exuberantes, casamento é sofrimento, é escolhas, são anulação, é choro e riso. Casamento é crescimento e na maioria dos dias é medo de errar. 
Eu aprendi muito nesse primeiro ano, amadureci bastante e aprendi que casamento não tem nada de tão assustador, mas também não é como nos meus filmes favoritos. Eu amo cada momento que vivemos e choro muito por cada erro que cada um cometeu, há verdade e muito sentimento em cada ato, há muito amor por trás de cada grito meu e também há muita sinceridade nos sussurros de EU AMO VOCÊ.
Que venham mais uns 99 dias 11 de março, só pra eu te falar que valeu a pena aquele SIM!


04/03/2016

Eu e as drogas...

Das drogas que uso a mais leve me leva à Wonderland. Lá é onde ainda deposito minha fé, dedico tempo, rego amor. Mas também caio em mim como se fosse um pesadelo que não sei se acordei.
Das drogas que eu uso cada uma me faz um bem, mas também me faz mal, e eu não sei se gosto disso ou se sinto ódio.
Mas é minha realidade, as drogas, o sumiço, o choro, o pavor e a angústia. É de mim cada lágrima, cada grito e cada despertar, é de mim e pra mim. E noutra hora isso fará sentindo... Espero.



01/03/2016

Ao sumiço...

Não devo mais esconder atrás de verdades que não me importam, de respostas que nem foram perguntadas.
Eu abri a mente, saltei sem paraquedas na realidade. A liberdade me esperava. Estou confiante!
Não há lacunas, medo, sufoco... Há paz.

06/02/2016

Sonhei com você

Oi, meu amor. Sonhei com você está noite outra vez...
Sonhei que você estava comigo, eu estava feliz, eu estava num estado de paz tão grande que só você seria capaz de conseguir me deixar. 
No sonho todos viam que eu já não andava mais sozinha, que eu estava acompanhada de você e do sorriso mais puro que alguém conseguiria arrancar de mim. Mas eu acordei... Acordei sozinha, acordei vazia, acordei sem você e sem a sensação ou ideia que eu pudesse ter você comigo. Me dói tanto, amor, não ter você, não poder mais sorrir como necessário, não sentir você em mim. Nessa altura do tempo, eu já estaria cuidando de tudo para a sua chegada, estaria contando cada segundo e medindo cada centímetro para tudo se adequar à mim e à você. 
Só queria falar que te amo, meu amor, e sempre te amarei! sinto sua falta. 



03/02/2016

Trailer de Me Before You

Foi divulgado hoje o primeiro trailer oficial da adaptação cinematográfica do livro Me Before You (Como Eu Era Antes de Você) da escritora britânica Jojo Moyes. O longa vem sendo aguardado ansiosamente pelos fãs do Best Seller desde a divulgação da adaptação. O filme, assim como o livro, promete arrancar lágrimas dos telespectadores. Confira o trailer:


Will Traynor (Claflin) é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Quando ele contrata a jovem Louisa Clark (Clarke) para cuidar dele, ele nem desconfia que ela está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

O longa tem data de estreia no Brasil para 16 de Junho de 2016




01/02/2016

Minha embriaguez

A incerteza das palavras que devo usar me dominam de modo que me fazem travar. Eu não consigo expressar, não sei mais quais frases devo usar num texto de desabafo, mas que desabafo?
Eu tento me reorganizar, tento me enxergar e tento me descobrir, mas me perco a cada fechar de olhos. Estou perdida, tentando me achar sem me julgar e sem me mutilar...
Respiro fundo, seco a lágrima e dou mais um gole no cálice de dúvidas.

14/01/2016

Morte de Alan Rickman, nosso eterno professor Severo Snape


Morte de querido ator, que deu vida ao amado professor Severo Snape, da saga Harry Potter, pega inúmeros fãs de surpresa na manhã dessa quinta-feira (14).
Uma grande perca para o cinema e para nós, fãs.


Alan Rickman era de Hammersmith,  distrito de Londres na Inglaterra, nasceu no dia 21 de fevereiro de 1946. Seu primeiro filme foi Duro de Matar em 1988, e trabalhou em vários programas de tv e teatro.

Vai deixar saudades... ALWAYS!












11/01/2016

Dia de mar

O dia que segue me molda e  me faz rir, as conchas na areia me fazem sorrir. Eu olho o movimento da água e me lembro do riso infantil, eu me sinto bem, eu me sinto plena, eu me sinto a eu que há muito não existia, que há muito eu nem lembrava. Me sinto forte e me sinto viva.

06/01/2016

Não sou importante pra você

Me culpei demais por abandonos que um dia fizestes por mim, que na verdade, nem foram por mim, foram por ti mesmo. Um jeito novo pra ti de conhecer lugares novos, pessoas novas. Quantas vezes me martirizei tentando acalmar meu próprio coração falando que aquilo um dia teria um retorno bom... E hoje me pergunto o qual. Traições, mentiras, segredos escondidos a sete chaves, julgamentos, falta de amparo.
A noite olho minhas lágrimas que cai e me pergunto quantas delas tu secou, quantas verdades me contasse, quantos 'eu esqueci, deixa pra lá' eu tive que engolir seco. Eu igual boba encho o peito pra falar da tua pessoa, de quão batalhador és para nós etc e quantas vezes ouvi 'ele fala tão bem de você'. Você nunca me defendeu, você nunca me amparou de fato, você nunca me elogiou cem por cento, você nunca parou pra ver o quanto, talvez, eu seja importante. Tive de ouvir que sou louca, psicopata, tive que inúmeras vezes calar meu choro porque não adiantava de nada te pedir um colo...
Eu sempre imaginei uma parceria, um cogumelo cheio de amor que cura dor, e tudo que eu achei foi um cacto com segredos, mentiras, verdades escondidas e eu desamparada. Olho pras minhas mãos que não se abrem desde o natal, mas você nem reparou, deve ter coisas mais importantes. Eu ando cansada de esperar uma adaptação que nunca vai chegar, eu nunca estiver ao seu lado nos anos anteriores e nunca terei a mesma importância que aqueles amigos que você permite me humilhar, me xingar, me fazer de lixo e você nem cogita me defender. Eu também nunca fui e nem serei aquela que merece seu colo numa viajem quando eu estiver passando mal.
Eu nunca serei nada para você além de alguém que divide as contas, a casa e despeja em você minhas frustrações... Não sou ninguém.
E mais uma noite fico desesperada querendo sumir do mundo pois mais uma vez estou sozinha, sem ninguém comigo.

Desabafo da madrugada

A cada dia a ideia de príncipe encantado, de castelo, de anjos e sonhos são destruídas passo a passo. Cada dia meu coração se amargura mais e mais e nele se abre a cada segundo uma cratera que não tem prazo de se findar.
Quando criança eu tinha uma ideia, que hoje vejo como tola, de família, idealizava pessoas que se amavam e confiam segredos e sonhos, mas hoje olhando a realidade vejo que sempre é cada um por si. A cada instante me decepciono mais com as pessoas, com aquelas que julgava serem amigos, parceiros e confidentes. A realidade não tem nada disso, é cada um por si e mais nada. E as decepções vão sempre se acumulando como terreno baldio que vai acumulando lixo.
Sinto que meu peito hoje só carrega dor, dor essa por confiar, por acreditar, por me achar importante pra alguém. É como numa rua estreita que só cabe eu e mais ninguém, então percebo o quanto estou só!

05/01/2016

Não há pra que escrever




Eu queria escrever para falar de amor e alegria, mas sobre dor eu prefiro chorar baixinho no silêncio do meu quarto. 



 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova