20/05/2017

Os bilhetes que deixo no trem 3

Sinceramente, meu caro. Hoje não me encontro num dia nada bom. Deixei seu bilhete no banco e sai tão atordoada que acabei esbarrando em você, mas nem tente lembrar-se de meu rosto, você nem olhou pra traz. Foram aquelas esbarradas normais.

Fui dormir tarde essa noite e estou bem acabada, acredita que a máquina de café quebrou logo hoje? Próxima semana tem feriado e nossa mal posso esperar para pegar minha mochila e correr pro meio do mato, acampar e esquecer até qual meu nome. Lá encontro paz, encontro meu eu, encontro o que procuro ar e paz. Já reservei alguns livros pra ler até chegar o dia, sim, consigo ler dois livros em menos de uma semana. E os escolhidos foram de Paulo Coelho. Acho que deixarei um deles pra você depois chegar da viagem. Você estava lindo ontem, preciso dizer que tenho uma leve queda por sua mochila marrom, minha favorita. Espero que amanhã após deixar seu bilhete meu dia seja melhor.




0 comentários:

Postar um comentário

 
Book e Cofee Copyright 2014 ©
Designe By
- Kris Monneska Conversas de Alcova